Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > Assédio sexual na escola é tema de mesa-redonda
Início do conteúdo da página Notícias

Assédio sexual na escola é tema de mesa-redonda

O objetivo do evento foi despertar a a reflexão dos servidores sobre a forma adequada de agir em situações de assédio
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 08/03/2018 11h34
  • última modificação 08/03/2018 11h49

O assédio sexual na escola foi o tema da mesa-redonda que a Coordenadoria de Assuntos Estudantis (CAE) do Campus São João dos Patos promoveu ontem, 07, para lembrar o Dia Internacional da Mulher. A proposta foi criar um espaço para debater formas de lidar com o assédio no ambiente escolar.

Segundo Flávia Ferreira, enfermeira do Campus, o objetivo do evento foi possibilitar a reflexão dos servidores sobre a conduta ética e profissional diante dos alunos, de forma a melhorar a relação professor-aluno e prevenir qualquer manifestação de abuso e assédio. “Mais do que um setor de gestão de programas de assistência estudantil, a CAE trabalha de maneira interdisciplinar para contribuir com o processo educativo dos alunos como cidadãos”, esclarece a assistente social do campus, Nilma Rêgo.

O evento contou com a participação de Leila Leite, coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e de  Renato Ighor Aragão, promotor de Justiça de São João dos Patos, que na ocasião falou sobre as implicações legais e explicou como denunciar casos de assédio. Também participaram da mesa redonda a coordenadora do Conselho Tutelar do município,  Selma Freitas de Sousa, e os conselheiros Nélio Araújo e Márcia da Silva. Eles abordaram o Estatuto da Criança e do Adolescente e orientaram os servidores do campus sobre a conduta no ambiente de trabalho, sobretudo, com o público juvenil.

Durante o evento, os professores puderam tirar dúvidas sobre situações do cotidiano escolar e sua postura diante de comportamentos inadequados. O evento contou com a presença de docentes, técnicos administrativos e funcionários terceirizados do Campus São João dos Patos.

 

 

 

Fim do conteúdo da página